Parceiros

@INSTAGRAM

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Doutor Estranho


  Review atrasadinho pra vocês de Doutor Estranho, o 14 filme da Marvel que estreou dia 3 de novembro de 2016 nos cinemas. Digo atrasado porque eu fui assistir a pré estreia no dia 2 e fui viajar e acabei por não conseguir escrever o review, mas o importante é que agora eu vim dar pitaco sobre o filme.
  Pra quem não conhece, o Doutor Stephen Strange era um neurocirurgião arrogante e talentoso que sofre um terrível acidente de carro e sofre múltiplas lesões nas mãos o que o faz perder quase completamente o movimento das mãos e também destrói a sua carreira. Como a carreira é sua vida Strange, ele começa a gastar toda sua fortuna com procedimentos de ponta e ate experimentais e perigosos para tentar ter o controle de suas mãos novamente. No fim nada da certo e a luz no fim do túnel é um lugar chamado Kamar-Taj, que ele ouviu de um homem que voltou a andar que o lugar fazia maravilhas. Ele parte em busca de um cura milagrosa para recuperar sua carreira, mas acaba por encontrar mais do que esperava.
  Neste filme é introduzido o universo mágico da Marvel. Portais, outras dimensões, feitiços, ilusões, magos, tudo pode ser encontrado aqui e é nesse mundo completamente novo que Doctor Strange vai viver suas aventuras. Enquanto os vingadores defendem o mundo de ameaças física, os guardiões da galáxia de espaciais, Doutor Estranho o defende de ameaças de outras dimensões.
  A parte estética do filme esta linda. As dimensões do filmes tem muita referencia dos filmes A Origem e Matrix e das pinturas do pintor Escher. O filme é cheio de ruas e prédios se dobrando e isso é muito legal. O controle que os magos tem sobre as realidades é absurdo e nos mostra o quão poderoso pode se tornar alguém se se dedicar o suficiente.

   O elenco também esta incrível, começando com Benedct Cumberbatch, o Sherlock, está incrível como Stephen Strange, apesar de parecer um reprise do seu papel em Sherlock, ele encaixa muito bem no papel e mostra que seria difícil outro fazer melhor; Tilda Swinton vencedora do Oscar por Michael Clayton e foi a Feiticeira Branca em As Cronicas de Narnia nos traz uma anciã misteriosa e divertida; Mads Mikkelsen de Hannibal é um dos já vistos vilões da Marvel, não tão bom quanto Loki, isso a gente vai ter de aceitar ; Chiwetel Ejiofor  de 12 anos de escravidão como parceiro e instrutor cai como uma luva (pra quem não sabe nos quadrinhos Mordor é vilão, mas no filme ele é bonzinho) e Rachel McAdams de Spotlight: Segredos Revelados está muito divertida.
  Creio que apenas com os atores já segurava o filme, mas é um filme da Marvel que já vem com um universo consolidado e isso já torna tudo mais fácil. Dosando drama e humor o filme leva seu espectador a momentos de tensão e risadas balanceando um e outro para que a viajem não seja muito cansativa. Apesar de ser relativamente pequeno, mais ou menos 1 hora e 40 minutos, você literalmente não vê a hora passar.
Considerações Finais: CAPA MELHOR PERSONAGEM
                                 A cena pós crédito está muito divertida.